LOGOMARCA PRÊMIOS ATITUDE CARIOCA COR 02

MARKETING E NEGÓCIOS

 

RODOLFO MEDINA

GRUPO DREAMERS / ARTPLAN

Foi dentro de casa que Rodolfo Medina começou sua vivência no mercado publicitário. De tanto acompanhar as experiências profissionais do pai, Roberto Medina, passou a se interessar pela carreira e tudo acabou acontecendo de forma natural. Em 1997, abriu um empreendimento – o Rock in Rio Café -, um sucesso da noite carioca, onde atuava também como Diretor de Marketing. Na sequência, em 2002, ingressou na Artplan como Diretor de Novos Negócios. Passou a ser VP de Atendimento e Negócios e, em 2006, estava à frente da empresa, quando assumiu o posto de Presidente. Hoje, comanda os três escritórios da agência – São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília – liderando uma equipe de 360 colaboradores, e com portfólio de, aproximadamente, 40 clientes. O profissional também acumula o cargo de presidente executivo do Grupo Artplan, que conta com 12 empresas – dentre elas, Artplan, Rock in Rio, Dream Factory -, e quase 600 pessoas. Recebeu prêmios como Executivo de Agência pela ABP em 2007, Publicitário do ano pelo Colunistas Rio em 2008, e foi eleito pela revista GQ um dos 20 publicitários mais influentes do país em 2015 e pelo Meio & Mensagem, como um dos 10 comunicadores do ano, também em 2015. No ano de 2017, foi eleito Profissional Executivo de Agência pelo prêmio Destaque Profissional da ABP. Rodolfo também atua como VP de Parcerias e Marketing do Rock In Rio há mais de 15 anos.

 

Para Mais informações:  http://www.dreamers.gr/
                                         http://www.artplan.com.br/

MARKETING E NEGÓCIOS.png

GUSTAVO BASTOS – GRUPO 11:21

 

Começou na publicidade na Salles D'Arcy, onde estagiou por alguns meses, depois foi estagiário e redator júnior na VS Escala, onde veiculou seus primeiros anúncios e ganhou seus primeiros prêmios. Da VS foi para a Artplan como redator, e cinco meses depois para a MPM, então maior agência do Brasil.

 

Mudou-se para a DPZ como redator e depois diretor de criação, com apenas 22 anos, sendo o mais novo da história da propaganda brasileira. Depois de cinco anos na DPZ foi chamado e aceitou ser diretor de criação da JWThompson, depois da GR3 e da Caio, quando esta foi comprada pela DPZ. Trabalhou também como criador para a The Lacek Group, de Mineápolis, e para a Rede Globo, onde criou programa para o humorista Chico Anisio, quadros para o Domingão e foi um dos criadores do primeiro programa interativo da tv brasileira, o Você Decide, junto com João Bosco e José Guilherme Vereza.

 

Foi presidente do Clube de Criação do Rio de Janeiro e tem em sua história prêmios no anuário do Clube de Criação de São Paulo, ouro, bronze e finalista em 7 edições, peças nos três anuários do Clube de Criação do Rio, sendo que no primeiro foi o redator e diretor de criação mais premiado, Prêmio Colunistas Rio em todas as edições desde de 87, tendo sido ainda Profissional de Propaganda do Ano nesse prêmio em 92. Finalista no prêmio O Globo de 2000 e 2001, ouro e prata em 2002 e 2003, finalista em 2004 e finalista do Profissionais do Ano da Rede Globo.

 

É dono ainda de algumas árvores do Prêmio Abril e algumas lâmpadas de ouro, prata e bronze da ABP, inclusive nos últimos anos (2003, 2004 e 2005). Finalista no Prêmio Folha/Revista da Criação 2001 e indicado ao Caboré como um dos 3 melhores profissionais de criação do país. Em prêmios internacionais, Gustavo tem trabalhos no New York Festivals 2001 e 2002, London Internacional Awards, em 2001, e ouro no FIAP, Festival Ibero Americano de Publicidade.

 

Eleito Publicitário do Ano 2005 pela ADVB em eleição direta pelo site da entidade, com cerca de 6.800 votos, foi uma das eleições mais concorridas da entidade. Os demais indicados ao prêmio foram Nizan Guanaes, Roberto Justus e Alexandre Gama.
Em pesquisa da Revista About, de 2004, figura na lista dos melhores Diretores de Criação do Brasil.

 

Em Dezembro de 2000 aceitou o desafio de criar a 100% Propaganda, de onde saiu em 2000 para integrar a 11:21 (na época, chamada de 11|21) como Diretor de Criação. Após sua saída, a 100% fundiu-se com outra agência do mercado, deixando de existir. Nos seis anos que dirigiu a criação da 100%, a agência ganhou inúmeros prêmios e foi top 5 entre agências brasileiras da revista Archive em 2003. Neste mesmo período, a agência cresceu mais de 1.000%.

 

Com apenas dois anos de mercado, a 11:21, sob comando de Gustavo e Ronaldo Conde, conquistou cerca de 20 contas e ganhou prêmios importantes como Prêmio O Globo de Propaganda, Festival da ABP, Melhor do Rio, do CCRJ e Colunistas. Figura entre as dez mais admiradas agências do mercado carioca, em pesquisa feita pela Revista Target com base no mailing list da ABA, Associação Brasileira dos Anunciantes, com 185 fornecedores e anunciantes do Rio, por dois anos seguidos.

 

Para Mais informações:  https://www.onzevinteum.com.br/

MARCIO EHRLICH

JANELA PUBLICITÁRIA

 

Mesmo antes de se formar como médico pela UFRJ, tendo passado um ano no Instituto de Psiquiatria, na Praia Vermelha, Marcio Ehrlich se viu atraído pela Comunicação desde 1969, quando pisou em uma redação de jornal, estreando como cartunista.

Dizem que a tinta de impressão entra no sangue de quem passa por jornal. Deve ser, porque Ehrlich, de lá para cá, se envolveu também com publicidade e juntou tudo com o jornalismo ao lançar, em 1977, a coluna Janela Publicitária -- que existe até hoje, na internet --, com o objetivo de abrir mais espaço para a divulgação do que acontece na comunicação de marketing do Rio de Janeiro.

Passou também pelo Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Última Hora, O Globo, O Cruzeiro, Ele Ela, teve programa de rádio na JB AM e na Panorama FM sobre publicidade e, pela TV, em quadros falando de comunicação na Bandeirantes Rio, TV S (atual SBT) e TV E.

Há um ano, sua Janela Publicitária, além de atualizada diariamente pela internet, também está na Rádio Tupi FM, como um quadro semanal do Show do Clóvis Monteiro.

Nos últimos anos, boa parte dos 44 anos da Janela Publicitária foi sendo digitalizada. Estão no ar mais de 2.000 páginas, 3.000 reproduções de anúncios e 3.000 fotos de profissionais, para contar a História da Comunicação de Marketing e Negócios do Rio.

Marcio Ehrlich sempre se envolveu com as entidades da área de Comunicação no Rio. Foi diretor da Associação Brasileira de Propaganda (ABP); diretor de eventos da Associação Brasileira de Agências de Propaganda (ABAP-Rio), onde lançou o primeiro site brasileiro de uma associação de publicidade; da Associação Brasileira de Marketing (ABM); presidente do braço carioca da Associação de Marketing Promocional (AMPRO-Rio); um dos fundadores do Grupo de Atendimento e Planejamento (GAP-Rio) e é, até hoje, o vice-presidente executivo da Associação Brasileira dos Colunistas de Marketing e Propaganda (Abracomp), que realiza nacionalmente, há mais de 50 anos, o Prêmio Colunistas.

E como atuar também é se comunicar, Marcio Ehrlich ainda é ator eventual. Fez participações em dezenas de novelas da Rede Globo e da Record, atuou em seriados como Gentalha, Ribanceira (TV Brasil) e Detetives do Prédio Azul (Gloob), em peças de teatro com textos de Domingos Oliveira e João Bethencourt e em longas metragens, como no premiado Flores Raras, de Bruno Barreto.

 

Mais informações em https://www.janela.com.br/