RESPONSABILIDADE SOCIAL

 

JORNAL VOZ DAS COMUNIDADES

A Voz das Comunidades, no Complexo do Alemão, é o maior jornal voltado às comunidades no mundo e durante a pandemia ajudou a proteger, salvar vidas e alimentar milhares de pessoas. Foram 20 mil cestas básicas, 25 toneladas de sabão em barra, mais de 30 mil unidades de água mineral (6 mil litros), 20 mil chinelos, além de milhares de máscaras e álcool em gel também foram doados.

Criação de 15 grupos de whatasapp para orientação em várias comunidades como: Cidade de Deus, Rocinha, Vila Kennedy, Complexo da Penha, Complexo do Alemão, Morro do Adeus e no Vidigal.

Criação do Painel Covid 19 nas Favelas do Voz das Comunidades onde foram mapeados, através de CEPs os casos da doença. Atualmente nas 25 favelas do Rio que o Voz acompanha já somamos mais de 8.000 moradores infectados e o número de mortes devido ao coronavírus já passou de 868. O morador que acessa a plataforma pode acompanhar o total de casos confirmados nas favelas do município do Rio, assim como gráficos de evolução de casos por dia, quantidade de óbitos e o número de recuperados após ser infectado por covid 19.

Para Mais informações: https://www.vozdascomunidades.com.br/

PROJETO MESA BRASIL SESC RJ 

De janeiro a novembro deste ano, o Mesa Brasil Sesc RJ já arrecadou mais de 2,2 mil toneladas de alimentos junto a 343 parceiros doadores. Mais de 384 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas em 82 municípios do estado. Desde o começo da pandemia, já são mais de 12 milhões de refeições.

Reaproveitamento de Frutas, verduras e legumes produzidos na Região Serrana do Rio. Os produtos são oriundos da Aprosol (Associação de Pequenos Rurais da Comunidade de São Lourenço). Em vez de transformá-los em adubo, eles fornecem esse excedente ao Mesa Brasil Sesc RJ, que o distribui para populações carentes. Somente durante a pandemia, o programa Mesa no Campo já distribuiu cerca de 523 toneladas de alimentos em 33 municípios do estado.

Mesa Brasil Sesc RJ chega aos 10 mil hambúrgueres e 16 mil refeições distribuídos durante a pandemia. Os hambúrgueres foram preparados em cozinhas do Sesc RJ com insumos doados por Burger King (carne), O Burguês, Bread Maker, Los Paderos (pão), Costelão do Cadeg (embalagem), produtores rurais de Nova Friburgo (alface e tomate), além das lanchonetes das unidades Sesc RJ e cozinhas profissionais do Senac RJ (condimentos e bebidas), fechadas temporariamente por conta da pandemia.

Para Mais informações: https://www.sescrio.org.br/mesa-brasil/

RIO DE PAZ

Entre uma manifestação e outra, a ONG esteve dentro das comunidades conflagradas tentando minimizar o sofrimento de milhares de pessoas. Um dos projetos foi a 'Fila da Fome', distribuição diária de quentinhas com comidas feitas todos os dias na cozinha da sede da ONG dentro do Jacarezinho, uma das favelas mais pobres do estado.

De março até setembro, distribuímos 30 mil quentinhas, 3.400 cestas básicas, 150 mil hambúrgueres e 200 cartões alimentação a moradores das favelas do Jacarezinho e Mandela e de outras comunidades, além de  2.500 kits de higiene, 6.500 máscaras, dois mil folhetos com informações sobre o coronavírus, duas manifestações de repercussão mundial alertando a população sobre como os governantes estão conduzindo nossa maior crise sanitária e produzimos um vídeo sobre a covid-19 para circular no WhatsApp moradores das favelas.

O Rio de Paz tem 13 anos e é uma organização composta por membros da sociedade civil que tem como objetivo principal amplificar a voz e dar visibilidade a todos aos quais o Estado brasileiro ignora seus direitos civis, políticos e sociais.

Para Mais informações: https://www.facebook.com/ONGRiodePaz/